Inventário de Bens será concluído em tempo recorde

9 de dezembro de 2019 0 Por Inovacode

Deverá ser concluído no próximo dia 10 o inventário de bens do Poder Judiciário de Rondônia. O trabalho, que começou no dia 1º de novembro, e que é realizado anualmente, consiste no levantamento de todo o patrimônio móvel e imóvel do PJRO. Este ano, apenas duas unidades com grande volume de itens pediram prorrogação de 10 dias do prazo, que se encerra na semana que vem, o que deve consolidar a execução do serviço em tempo recorde.

O secretário de administração do TJRO, Sidnei Feliciano, atribui a celeridade do trabalho ao software desenvolvido pela Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação, implantado no ano passado, que esse ano serviu como uma ferramenta para facilitar o serviço. Um aparelho para realizar a coleta de dados por meio de aparelhos leitores de radiofrequência (RFID), que detectam as etiquetas dos bens e, automaticamente, enviam os dados para o Sistema de Inventário. “Antes esse trabalho levava em média dois meses para ser concluído e o custo era alto. No ano passado já tivemos uma redução do tempo com o uso do aplicativo. Com os leitores de RFID implantados neste ano, algumas comarcas conseguiram concluir o trabalho em uma semana”, evidencia. Já no edifício-sede e na unidade do Almoxarifado, que contam com mais de 10 mil itens, o trabalho ainda está sendo feito.

Além da agilidade, as novas tecnologias também representaram economia para os cofres públicos, por não haver mais necessidade de deslocamento da Comissão Inventariante, pois cada comarca faz a coleta de dados e a Comissão Organizadora acompanha tudo on-line. Segundo dados do SIGA, foram pagos aproximadamente R$ 900.000,00 em diárias para a Comissão Inventariante nos últimos 5 anos, em função do deslocamento às comarcas do interior do Estado.

Com a conclusão do trabalho, todo o inventário pode ser consultado on-line pelos gestores responsáveis que podem decidir como será feito o ressarcimento ao Tribunal, sem necessidade de criação da Comissão de Tomadas de Contas Especial. “A agilidade na execução do orçamento se deve também ao empenho dos servidores do TJRO. Os funcionários se esforçaram e também contribuíram para que isso acontecesse em tempo recorde”, pontuou.

LEIA TODA MATÉRIA